Arquivo da categoria: 3.ª sESSÃO

Zona de Sapal

Panfleto digitalizado fornecido pela Prof.ª Dr.ª Rosa Pinho. Como aos colegas do 1.º ciclo não foi disponibilizado nenhuma aqui fica.

DOC006

DOC007

DOC008

DOC009

 

M.I.– Não deixem de explorar o site http://www.biorede.pt/.

Relativamente ao Sapal poderão encontrar preciosa informação complementar em: http://www.biorede.pt/index4.htm

HORTELÃ

Trouxe uma colega da formação para constatarmos as diferenças esquecidas….
<img src=”https://saidaslagunadeaveiro.files.wordpress.com/2014/06/hortelc3a3_-mentha-suaveolens.jpg” alt=”HORTELÃ_ Mentha suaveolens” width=”510″ height=”762″ class=”aligncenter size-full wp-image-1239″ />
Mentha suaveolens

HORTELÃ_

HORTELÃ-COMUM (Mentha spicata)

A Hortelã-comum (Mentha spicata L.), também designada como hortelã-das-hortas, hortelã-verde, hortelã-das-cozinhas, ou simplesmente hortelã, é originária da Ásia, mas é actualmente cultivada em todo o mundo, incluindo Portugal. A semelhança de outras espécies do mesmo género (Mentha), também a hortelã-comum é usada em culinária, como aromatizante em variados pratos, sendo também utilizada em infusões.
FONTE: http://obotanicoaprendiznaterradosespantos.blogspot.pt/2009/05/ervas-aromaticas-hortela-comum-mentha.html

PAMPILHO-DE-MICÃO (Coleostephus myconis)

Partilhou esta informação a colega Mónica Isabel Alves Valente. 😉 Obrigada. MUITO INTERESSANTE!

“Durante a saída de campo de sábado, vimos uma planta com flor amarela que na minha terra é chamada Pampilho. Aliás essa mesma planta deu origem ao nome da minha freguesia – Pampilhosa.
Quando pesquisei no google “Pampilho”, surgiu-me o seguinte Blog “O Botânico aprendiz na terra do espanto”, que me parece interessante. Aqui partilho o link:
http://obotanicoaprendiznaterradosespantos.blogspot.pt/2012/03/pampilho-de-micao-coleostephus-myconis.html&#8221;

Pampilho-de-micão * (Coleostephus myconis (L.) Rchb.f.
Planta herbácea, anual, da família Asteraceae, cujo caule, suberecto a erecto e ramificado pode atingir até 50cm de altura Apresenta folhas inferiores pecioladas e superiores auriculadas, umas e outras serradas e capítulos florais, com 2,5 a 4,5 cm de diâmetro, com flores exteriores liguladas e interiores tubuloso-campanuladas, umas e outras geralmente de cor amarela.
Nativa da Região Mediterrânica e do sul da Europa, foi introduzida no Uruguai, norte da Argentina e sul do Brasil, onde se encontra naturalizada.
É pouco exigente quanto à composição do solo, ocorrendo com maior frequência em relvados e pastagens, mas também pode encontrar-se em baldios, em campos cultivados ou incultos e à beira de caminhos.
Em Portugal é vulgar em todo o território do Continente.
Floração: de fevereiro a agosto.
*Também designada por Olhos-de-boi e Pampilho.

PAMPILHOSA Coleostephus_myconis

Mais informações em: http://www.flora-on.pt/#/1coleostephus+myconis