Arquivo da categoria: Telemóveis

REGISTOS FOTOGRÁFICOS E VÍDEOS

REGISTOS FOTOGRÁFICOS E VÍDEOS

Recomendações:

Antes da saída:

– O registo fotográfico deve ser assegurado sempre por dois elementos de cada grupo de trabalho. (Distribuam a tarefa antes da saída. Combinem também como vão partilhar as fotos depois da saída. Troquem/verifiquem os emails)

– Liberte memória interna dos equipamentos ou dos cartões, para poder fotografar e fazer registos vídeos (esta operação pode demorar mais de uma hora!);

– Leve cartões sobresselentes com memória suficiente para usar

– Carregue a bateria completamente. Vá gerindo o uso da bateria durante a saída

– Se tiver baterias extra, carregue-as e leve-as consigo, no dia da saída;

– Leve cabos que possa usar, se necessário – carregador para isqueiro, …

– Organize todo o material nos dias anteriores- não deixe tudo para a véspera.

N.B.- Caso a saída seja de vários dias: leve o(s) carregador(es) da bateria(s); cabos multiusos, uma ficha tripla (quando há partilha de quartos em hotéis nem sempre as tomadas existentes são suficientes quando carregar tantos aparelhos)

Durante a saída:

– Fotografe a página do livro de campo correspondente à paragem a que chegar. Isto permite-lhe caso não tenha, sistema de georreferenciação integrada/ funcional, no aparelho, saber onde foram feitos os registos;

– Em cada paragem, faça um registo vídeo panorâmico. Pode fazê-lo no final de cada paragem depois de perceber quais são efectivamente os melhores pontos de interesse. Ou pode optar por fazer logo no inicio para não se esquecer

– Cada fotografia deve ter um elemento de escala. Podem-se tirar-se fotos mais artísticas sem elemento de escala. A presença de elementos de escala naturais podem dispensar o uso de elementos de escala intencionalmente usados como é o caso da presença de postes, casas, carros, humanos,…

– Chiclete, elásticos ou bostik são elementos de fixação muito úteis- leve-os!

– Para alguns registos dá jeito um extensor como os que são usados para tirar selfies – os articulados permitem explorar ângulos interessantes (particularmente útil para explorar em zonas intermarés …). Máquinas à prova de água para zonas intermarés são uma mais valia.

– Capas protectoras impermeabilizantes para câmaras que não sejam estanques são importantes, em condições meteorológicas adversas ou à beira mar.

– Sempre que recolher amostras- identifique-as imediatamente- canetas de acetato e sacos de apanhar coco de anima doméstico são bons equipamentos. É uma boa estratégia tirar uma foto a apanhar o local panorâmico, uma foto afloramento já com escala, outra à amostra com o local onde foi recolhido, facilmente identificável, em fundo.

 

(Sugestões para elementos de escala- uma folha de papel milimétrico plastificada ou dentro de uma mica- para ficar impermeável e ser mais durável, fita métrica extensível, régua de 15 cm, moedas de 50 cêntimos ou de um euro (reconhecimento europeu)

Após a saída:

– Logo que possível partilhe com os seus colegas de grupo as fotografias- mesmo antes de serem tratadas. Pode usar o Googledrive, o Wetransfer ou outro sistema que não compacte muito as imagens.

MATERIAL/ EQUIPAMENTO ÚTIL

(     )- Máquina fotográfica; telemóvel;

(     )- Baterias sobresselentes;

(     )- Capa antisalpicos para a máquina/ telemóvel

(     )- Carregador de bateria

(     )- Cabos multiusos

(     )- Cartões vazios

(     )- Braço extensor articulado

(     )- Ficha tripla

(     )- Régua de 15cm

(     )- Régua extensível

(     )- Elásticos

(     )- Moedas de 50 cêntimos / 1 euro

(     )- Folha de papel milimétrico plastificada

(     )- Bostik

(     )- Georreferenciador e respetivo cabo (equipamento específico para algumas câmaras fotográficas)

(     )-…..

Anúncios

Ler códigos QR

Para poder  aceder à informação que os códigos QR “escondem” tem de ter:  um smartphone  (com sistema android, por exemplo), câmara incorporada no telemóvel (todos os smartphones a têm), acesso à internet no local onde quer ler o código e a aplicação própria instalada no telemóvel.

(* O descrito aqui aplica-se aos telemóveis com sistema android mas os outros smartphones que não tenham o sistema android o procedimento é semelhante ao aqui descrito)

Como obter a aplicação?

1.-Certifique-se que tem um telemóvel com sistema Android*.

2.- Procure este ícone no seu telemóvel:

1

 

As aplicações disponíveis para os telemóveis com o sistema Android podem ser exploradas em:

https://play.google.com/store/apps

(Há algumas aplicações como esta que são gratuítas e com potencial didático- por isso vale a pena perder alguma tempo a pesquisar…)

3.- Procure “QR Code” e encontrará inúmeras aplicações disponíveis. Sugerimos uma que escolha uma gratuita e bem classificada (com mais estrelinhas)

2

4.- Depois de instalada a opção no telemóvel, pode passar a utilizá-la.

Quando encontrar um código destes numa embalagem ou num edital …. ligue a net no telemóvel, escolha a aplicação que descarregou para ler os códigos , aproxime a câmara do símbolo e quando a câmara reconhecer vai ser direcionado para o site onde se encontra a informação que o código “esconde”.

Esta tecnologia que apareceu em Portugal primeiramente em embalagens de produtos alimentares e jogos para adolescentes está a ser adoptada em muitos Geoparques em território nacional – a vantagem é poupar recursos já que a edição e a manutenção de postos informativos é muito dispendiosa.

Exemplificando:

GEOPARQUE TERRAS DE CAVALEIROS

(Gabros de Sobreda)

3

 

 

 

Invasoras

Diapositivo2Diapositivo3Diapositivo4Diapositivo5Diapositivo6Diapositivo7Diapositivo8Diapositivo9Diapositivo10Invasora quando

 

 

CATÁLOGO PRODUZIDO PARA A APOIO AOS FORMANDOS EM FORMATO EDITÁVEL:

Plantas Invasoras_Partilha

GUIA DE CAMPO:

Guia Prático para a Identificação de Plantas Invasoras em Portugal Continental (2008).preview

Registo com telemóveis:

H:\INVASORAS _TUDO\ANDROIDE\Download da App para Android – Plantas Invasoras em Portugal.htm

 

FICHAS INDIVIDUAIS:

N_Acacia-cyclops

N_Acacia-dealbata1

N_Acacia-karroo

N_Acacia-longifolia

N_Acacia-mearnsii

N_Acacia-melanoxylon

N_Acacia-pycnantha

N_Acacia-retinodes

N_Acacia-saligna

N_Agave-americana

N_Ageratina-adenophora

N_Ailanthus-altissima

N_Albizia-lophanta

N_Arundo-donax

N_Aster-squamatus

N_Azolla-filiculoides

N_Carpobrotus-edulis

N_Clethra-arborea

N_Conyza-bonariensis

N_Conyza-canadensis

N_Conyza-sumatrensis

N_Cortaderia-selloana

N_Cotula-coronopifolia

N_Datura-stramonium

N_Eichhornia-crassipes

N_Elodea-canadensis

N_Erigeron-karvinslianus

N_ERVA GORDA_Arctotheca-calendula

N_Eryngium-pandanifolium

N_Eucalyptus-globulus

N_Gunnera-tinctoria

N_Hakea-salicifolia

N_Hakea-sericea

N_Hedychium-gardnerianum

N_Ipomoea-indica

N_Myriophyllum-aquaticum

N_Opuntia-maxima

N_Oxalis-pes-caprae

N_Paspalum-paspalodes

N_Phytolacca-americana

N_Pittosporum-undulatum

N_Robinia-pseudoacacia

N_Senecio-bicolor

N_Senecio-mikanioides

N_Spartina-densiflora

N_Tradescantia-fluminensis1

N-Galinsoga-parviflora

 

COLORIR INVASORAS

colorir-australia

colorir-azedas

colorir-bons-dias

colorir-chorao

colorir-erva-fortuna

colorir-espanta-lobos

colorir-haquea

colorir-jacinto

colorir-mimosa

colorir-penachos

colorir-robinia

Pintar – a cores

SOPA DE LETRAS:

sopadeletras

LEGISLAÇÃO e algumas notas

Dec-Lei sobre invasoras

invasor2012-brev-apont